Galego | Castellano| Português

DOG - Xunta de Galicia -

Diario Oficial de Galicia
DOG Núm. 9 Sexta-feira, 15 de janeiro de 2016 Páx. 1514

IV. Oposições e concursos

Conselharia de Fazenda

ORDEM de 29 de dezembro de 2015 pela que se eleva a definitiva a proposta de aspirantes que devem realizar o curso selectivo para o ingresso no corpo de gestão da Administração da Xunta de Galicia, escala técnica de inspecção turística, em execução da sentença ditada pela Sala do Contencioso-Administrativo do Tribunal Supremo o 19 de julho de 2009 no procedimento ordinário 745/2003, de conformidade com o estabelecido no procedimento de execução por Auto da Sala do Contencioso-Administrativo do Tribunal Superior de Justiça da Galiza de 18 de julho de 2011, confirmado pela Sentença de 19 de dezembro de 2013, da Sala do Contencioso-Administrativo do Tribunal Supremo, que foi clarificada pelo Auto de 7 de março de 2014.

Em execução da sentença ditada pela Sala do Contencioso-Administrativo do Tribunal Supremo o 19 de julho de 2009 no procedimento ordinário 745/2003, de conformidade com o estabelecido no procedimento de execução por Auto da Sala do Contencioso-Administrativo do Tribunal Superior de Justiça da Galiza de 18 de julho de 2011, confirmado pela Sentença de 19 de dezembro de 2013, da Sala do Contencioso-Administrativo do Tribunal Supremo, que foi clarificada pelo Auto de 7 de março de 2014, e com o disposto nas bases II.3, V.1 e V.3 da convocação para o ingresso no corpo de gestão de Administração da Xunta de Galicia, escala técnica de inspecção turística, e remetida pela Direcção-Geral da Função Pública a proposta de aspirantes que devem realizar o curso selectivo, elevada pelo correspondente tribunal, esta conselharia

DISPÕE:

Primeiro. Elevar a definitiva a proposta do tribunal de os/das aspirantes que devem realizar o curso selectivo para o ingresso no corpo de gestão da Administração da Xunta de Galicia, escala técnica de inspecção turística, que se publica como anexo a esta ordem.

Segundo. Os/as aspirantes que constam no dito anexo deverão remeter, no prazo de vinte (20) dias naturais contados a partir do seguinte ao da publicação desta ordem no Diário Oficial da Galiza, à Direcção-Geral da Função Pública da Conselharia de Fazenda, os documentos a que se refere a base V.1 da ordem de convocação.

Terceiro. Contra esta ordem, que põe fim à via administrativa, poder-se-á interpor, com carácter potestativo, recurso de reposición ante o conselheiro de Fazenda, no prazo de um mês contado desde o dia seguinte ao da publicação desta ordem no Diário Oficial da Galiza, de conformidade com o estabelecido na Lei 30/1992, de 26 de novembro, ou directamente recurso contencioso-administrativo no prazo de dois (2) meses contados desde o dia seguinte ao da sua publicação, ante a Sala do Contencioso-Administrativo do Tribunal Superior de Justiça da Galiza, segundo os artigos 8.2º e 10.1º da Lei 29/1998, de 13 de julho.

Santiago de Compostela, 29 de dezembro de 2015

Valeriano Martínez García
Conselheiro de Fazenda

ANEXO

Acesso livre

Apelidos e nome

DNI

1º ex.

2º ex.

3º ex.

4º ex.

Total oposição

Fase concurso

Total

Bacariza Cortiñas, Santiago Xosé

33265925J

15,49

16,50

 

6,20

38,19

8,6

46,79

López Brites, Patricia

44085952N

14,90

16,50

 

5,10

36,50

0

36,50

Losada Pulido, Miguel

44448108X

14,50

13,00

 

5,90

33,40

0

33,40

Lage Mosquera, Ana Carolina

44479934G

12,54

15,00

 

5,50

33,04

0

33,04

Roca Barral, Alberto

34897373W

12,35

14,50

 

5,50

32,35

0

32,35

Silva DÍaz, Manuel da

32635850T

11,76

14,50

 

5,60

31,86

0

31,86